Digital clock

quinta-feira, 19 de abril de 2012



1º RI - REGIMENTO DE INFANTARIA - REGIMENTO SAMPAIO

1º Batalhão de Infantaria Motorizado (Es) - (1ºBIMtz-Es)
Av. Duque de Caxias, 1672 - Vila Militar - Rio de Janeiro, RJ - CEP: 21615-220 
1º Batalhão de Infantaria Motorizado (Es) (1º BIMtz-Es) – REGIMENTO SAMPAIO, é uma das unidades mais gloriosas do Exército Brasileiro, que teve em seus quadros Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, Patrono da Instituição.Sua origem remonta ao "Terço-Velho", criado pelo Governo Geral de Mem de Sá, com o objetivo de expulsar o invasor francês da cidade do Rio de Janeiro. Do século XVI aos nossos dias, a trajetória do Regimento Sampaio e de seus elementos formadores se confunde com a história da Força Terrestre.
No século XVII, participou da 1ª expedição extra-continental de uma tropa brasileira, atuando junto com o exército português em Angola. No século XVIII, marcou sua presença na demarcação das nossas fronteiras. Já no século seguinte, escreveu páginas memoráveis integrando a "Divisão Encouraçada" do Brigadeiro Antônio de Sampaio, na Guerra da Tríplice Aliança. Naquela ocasião, fruto do seu adestramento e de sua experiência em combate, participou da Batalha Naval do Riachuelo e lutou em Tuiuti, a maior batalha campal da América do Sul. Ainda foi protagonista de uma das páginas mais estóicas de nosso Exército: a Retirada da Laguna. Já no final do século passado, esteve presente na Proclamação da República, formando entre as tropas que emolduraram tão importante fato da história brasileira.
Em 1908, recebe a denominação de 1º Regimento de Infantaria e ocupa seu atual aquartelamento na Guarnição da Vila Militar, no Rio de Janeiro. Participou da Revolução de 1930 e combateu ao lado das tropas legalistas na Revolução Constitucionalista de 1932 e na Intentona Comunista de 1935. Em 1944, seguiu para o Teatro de Operações da Itália, integrando o 1º Escalão da FEB, onde se notabilizou pela atuação na conquista de Monte Castelo. Em 1995, integrou a UNAVEM III e tornou-se uma das unidades de "Pronto-Emprego" do Exército.

Nenhum comentário:

Postar um comentário